quarta-feira, 11 de julho de 2012

COMEÇOU A CAMPANHA...CONTO COM SEU APOIO

LEMA: “ARTICULAÇÃO SAÚDE E EDUCAÇÃO”

Sou Rosilda Mara Rodrigues Moroso (Sissa) 46 anos, filha de Ilda Barbosa e José Valmor Rodrigues, mãe de Luana (28) e Júlia (9) e esposa de Ademir Moroso. Resido na comunidade de Monte Negro desde 2000. Sou Formada em Pedagogia e especialista em Psicopedagogia. Trabalho na educação há 22 anos como professora e coordenadora pedagógica. Adquiri experiência nas diversas redes de ensino, atuando no Ensino Fundamental (séries iniciais na Vila), Educação de Jovens e Adultos (CENEC), Ensino Médio (SATC), Curso de Magistério (Patrocínio) e Curso de Pedagogia (Uniasselvi), sempre com foco na formação de professores.

Iniciei minha luta por democracia e justiça social nos anos 80 no Grupo de Jovens JUNSA e no Movimento Ecológico. Atuei como presidente da Pastoral da Juventude de Siderópolis, por cinco anos. Participei da Pastoral da Liturgia e da Pastoral Catequética, como catequista. Fui militante do movimento estudantil, eleita como presidente do Centro Acadêmico de Pedagogia na UNESC, de 90 a 93.

Optei pela filiação político-partidária no Partido “Democrata”, desde a sua fundação a mais de 20 anos.

Atualmente faço parte do NEPRE (Núcleo de Educação e Prevenção) da 21ª Gered. Sou conselheira no Conselho Municipal de Políticas Públicas sobre Drogas (COMAD de Criciúma) desde 2009. Faço parte da diretoria da Associação de Pais e Professores da E.E.B.M. Jorge Bif. Sou escritora e membro da Academia de Letras e Artes de Siderópolis (ALASI), com a cadeira nº 10, atuando como secretária na diretoria.

Neste ano, me candidatei a uma vaga de vereadora na Câmara Municipal, como o nº 25011, com a Coligação “Mais por Siderópolis” fim de contribuir para que Siderópolis continue sendo uma cidade boa para se viver.

Portanto, peço seu voto, para que a “Educação e Prevenção” seja uma bandeira de todos nós, para uma educação e saúde de qualidade para os sideropolitanos.

Proposta de trabalho:


Realizar projetos na área de Saúde e Prevenção nas escolas, privilegiando para a articulação de políticas públicas, voltadas para adolescentes e jovens, mediante a participação dos sujeitos desse processo: estudante, famílias, profissionais da educação e saúde.


Os programas deverão incluir, temas como: Uso indevido de drogas, Redução de Danos, Sexualidade e reprodução humana, DST/Aids, Bullying e Violências, sempre numa perspectiva de saúde e prevenção, integrando atividades culturais e de lazer, como teatro, música, dança e esporte.