domingo, 29 de maio de 2011

De LUTO pela EDUCAÇÃO


"Aqueles que podem, ensinam.
Aqueles que não podem, criam leis sobre o ensino".

A frase acima está num botton dos EUA, que encontrei no blog. http://jarbas.wordpress.com


Jarbas escreve no blog o seguinte texto que achei muito interessante e vou postar aqui:

Profissão e professor tem a mesma raiz. Ambas as palavras referem-se a trabalho com e como compromisso. Ambas as palavras supõem atuação com base em muita preparação, estudo, dedicação, conhecimento. Ambas as palavras denotam responsabilidade social.

Infelizmente, neste tempo de hegemonia de um neoliberalismo radical e cruel, a profissão de professor virou alvo preferido de gente que se propõe a reformar a sociedade com base exclusiva em critérios da eficiência do deus mercado. Em toda a parte, a culpa pelos fracassos educacionais vem sendo colocada nas receptivas costas dos mestres.
Muita gente que não tem a mínima idéia de como ensinar no cotidiano de uma sala de aula anda inventado regras de como os professores devem ensinar. Essa mesma gente se atribui o papel de avaliar professores.

Comentário de Antonio Nóvoa em entrevista:


Uma política de piso salarial, como a que está sendo implementada no Brasil, é uma condição necessária, mas não suficiente.

A sociedade pede aos professores que resolvam todos os problemas das crianças e dos jovens, e acredita que é na escola que se define um futuro melhor. A sociedade pede quase tudo aos professores e dá-lhes quase nada.

É um contrassenso, para não dizer uma hipocrisia. A profissão de professor necessita de ser revalorizada do ponto de vista salarial, mas também no que diz respeito ao seu estatuto social e profissional.


 E NO BLOG http://professores-sc.blogspot.com/ Sobre a GREVE em Santa Catarina

Palavras de Chico Buarque, força no caminho...

TODOS JUNTOS – CHICO BUARQUE

Todos juntos somos fortes
Somos flecha e somos arco
Todos nós no mesmo barco
Não há nada pra temer
- Ao meu lado há um amigo
Que é preciso proteger
Todos juntos somos fortes
Não há nada pra temer

Nenhum comentário:

Postar um comentário